Coronavírus: atleta londrinense relata situação da pandemia na Itália

Arrepiu atualmente defende o Cavezzo, na Série B

Nesta quinta-feira (19), fiz uma entrevista exclusiva com o pivô londrinense Denilson Manzali Carvalho, popularmente conhecido no mundo do futsal brasileiro e italiano como Arrepiu, sobre essa pandemia relacionada ao coronavírus. Residente em Carpi, província de Modena, e atua pelo Cavezzo, equipe da Série B do Campeonato Italiano. Nesta temporada, que foi paralisada, Arrepiu atuou em 17 jogos e marcou 28 gols, mantendo a fama de goleador, mesmo próximo dos 43 anos.

Em mais de 15 anos de futsal italiano, Arrepiu relatou como tem vivido os últimos quinze dias com seus familiares perante a pandemia: “A situação aqui na Itália é muito delicada. Estamos vivendo numa situação em que não podemos sair de casa. Estamos em quarentena. Podemos apenas ir no mercado, mas com as medidas de segurança, usando luva, máscara, mantendo um metro de distância da outra pessoa, evitando o contato. Já são quinze dias que estamos nessa situação.”.

Arrepiu fez questão de salientar que os brasileiros devem tomar todos os cuidados necessários para que não contraiam o coronavírus: “É importante aí no Brasil tomarem as medidas o mais rápido possível, porque não é brincadeira esse vírus. É uma doença muito séria, que tem que se prevenir, para que não ocorra aí no Brasil o que aconteceu aqui na Itália.”.

,

,

Créditos: Andrea Zaccarelli / Divulgação

Um dos artilheiros da Série B do Campeonato Italiano, o pivô londrinense afirma que a competição dificilmente terá retorno: “O Campeonato Italiano que eu estava jogando foi suspenso. Pela situação que estamos vivendo, provavelmente não vá retornar as competições.”. O atleta não projeta um retorno ao Brasil, ao menos por enquanto, já que está acompanhado pela família no continente europeu.

Leia mais

Rafael Ribeiro (@ribeirosrafael) é repórter da Paiquerê FM 98.9, produtor-executivo do Rádio Esportes e setorista do LEC